Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/08/20 às 7h50 - Atualizado em 21/08/20 às 7h50

Encontro de Secretários debate estímulos ao empreendedorismo

COMPARTILHAR

Evento on-line foi realizado pelo Sebrae em parceria com o Governo do Distrito Federal

 

Na manhã desta quinta-feira (20/8), gestores do Governo do Distrito Federal participaram do DF Cidade Empreendedora – Encontro de Secretários, realizado pelo Sebrae/DF em parceria com o Conselho Permanente de Políticas Públicas e Gestão Governamental do GDF. O evento on-line faz parte do Programa Cidade Empreendedora, que integra gestão pública e pequenos negócios para estimular a economia local e desenvolver as regiões administrativas do DF, levando em conta suas vocações e potencialidades.

 

Na abertura, o secretário de Economia, André Clemente, tratou da importância da promoção da qualidade de vida, da criação de um ambiente com empresas saudáveis, com geração de empregos, carga tributária justa, além da manutenção de serviços prioritários, como saúde e segurança pública. “A pandemia nos fez repensar, estamos melhores e maiores, pois o ambiente virtual nos permite ter um alcance muito maior. O Estado está mais enxuto, mais ágil, mais tecnológico”, afirmou.

 

O secretário citou uma importante ferramenta do governo, lançada no dia 30 de julho, o e-Cidades, uma funcionalidade do aplicativo e-GDF, para a abertura de requerimentos a distância e o acompanhamento dos processos nas administrações regionais. Além de acelerar o atendimento, essa tecnologia facilita o retorno aos cidadãos das informações sobre o atendimento das demandas.

 

“As administrações regionais são a nossa porta de entrada e precisam ter uma estrutura cada vez melhor para atender cidadãos e empreendedores”, disse Clemente. Ele também destacou a importância de se criar um ambiente produtivo, acolhedor e empático, de engajamento entre o governo e o setor produtivo. “Governar é eleger prioridades depois de ouvir a população, pois governamos de fora para dentro.”

 

Acompanharam a aberutra os secretários de Trabalho, Thales Mendes Ferreira, e de Desenvolvimento Econômico, José Eduardo Pereira Filho, e a diretora técnica do Sebrae/DF, Rose Rainha.

 

Mário Sergio Cortella, na palestra “Você está fazendo o possível ou o melhor?”, destacou a importância de dialogar com pessoas que pensam e trabalham pela vida coletiva. Filósofo e escritor, ele foi secretário municipal de Educação de São Paulo. “Precisamos refletir: na nossa atividade, no nosso dever, na nossa missão, estamos fazendo o nosso possível ou o nosso melhor?”, questionou.

 

Para Cortella, uma pessoa que visa o melhor busca a excelência. “Uma pessoa excelente é aquela que faz mais do que sua obrigação, que tem a obrigação como ponto de partida e não como ponto de chegada”, concluiu. O filósofo falou sobre gestores públicos, secretários e servidores que conhecem a necessidade de fazer além da sua obrigação. “São tempos que exigem de nós a atitude de agregar nossas inteligências, de querer buscar mais com excelência e em menor tempo”, finalizou.

 

Em seguida, Valdir Oliveira, superintendente do Sebrae/DF, falou sobre a importância do redirecionamento e do olhar estratégico para atingir os objetivos. “Temos de entender a dor dos outros para fazer o nosso trabalho, ter empatia para atender o nosso público e nos colocar no lugar das pessoas”, defendeu.

 

Oliveira destacou as diretrizes do governador Ibaneis Rocha citadas pelo secretário André Clemente, especialmente a empatia e a capacidade de se colocar no lugar do cidadão e do empreendedor. “Este é o segredo da conectividade”, afirmou Oliveira, que agradeceu à equipe do GDF pelo esforço na construção de uma cidade mais empreendedora. “Quando sabemos para aonde ir, podemos fazer o nosso melhor”, concluiu.

 

A primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, também participou do evento. Para ela, o momento atual exige o resgate do conceito de equipe integrada com a responsabilidade de doar e incentivar o ser humano a ser cada vez melhor. “É tempo de empreender e de ter empatia e solidariedade”, destacou a primeira-dama.

Na última palestra do evento, sobre os desafios da gestão pública, o consultor da área de sustentabilidade e gestão pública Sílvio Barros falou sobre a responsabilidade em administrar bens e servidores para servir melhor ao cidadão. “A agilidade que está sendo buscada pelo GDF é fundamental”, afirmou.

 

Barros foi secretário de Desenvolvimento Urbano do Paraná, em 2018, e de Turismo no Amazonas e no Paraná. Além disso, foi prefeito de Maringá por duas gestões. Ele falou sobre o oferecimento de serviços digitais aos cidadãos e do serviço público realizado em casa. “Brasília é referência para todo o País, o que der certo na capital será exemplo”, acredita. Por fim, destacou a importância da governança colaborativa entre o poder público e sociedade civil organizada. “O contexto atual de analisar a crise e as oportunidade exige que todos produzam o melhor possível para os cidadãos.”