Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/04/20 às 10h00 - Atualizado em 27/05/20 às 10h44

Sobre o Painel de Pessoal

1 – Em que consiste o Painel Estatístico de Pessoal do Governo de Brasília?

O Painel Estatístico de Pessoal é uma ferramenta que apresenta o quantitativo de pessoal do Governo de Brasília, bem como o valor pago em folha. O Painel foi desenvolvido pela Subsecretaria de Gestão de Pessoas – SUGEP, da Secretaria de Planejamento e Gestão do Distrito Federal – SEPLAG, com o intuito de facilitar para o cidadão o acesso às informações de pessoal do quadro do Distrito Federal.

 

2 – De que forma são obtidos os dados do Painel Estatístico de Pessoal do Governo de Brasília?

Os dados do Painel Estatístico de Pessoal são retirados do Sistema Único de Gestão de Recurso Humanos do DF – SIGRH. Ou seja, só estão contemplados nesse painel os quantitativos e os valores dos servidores ativos, os aposentados e os pensionistas que recebem seus salários e benefícios por meio do SIGRH.

Os Polícias Civis, os Policiais Militares e os Bombeiros Militares do DF, que recebem por meio Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos do Governo Federal – SIAPE, bem como os empregados públicos do BRB, da CEB, da CAESB e da TERRACAP, que recebem por meio de sistemas próprios, não estão contemplados nesse painel.

 

3 – Por que a quantidade de militares e policiais civis que é apresentada no Painel Estatístico de Pessoal do Governo de Brasília parece ser menor do que deveria ser?

Os Polícias Civis, os Policiais Militares e os Bombeiros Militares do DF recebem salários e benefícios por meio Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos do Governo Federal – SIAPE. Logo, o quantitativo de Polícias Civis, Policiais Militares e Bombeiros Militares do DF que é apresentado nesse painel refere-se apenas àqueles que recebem cargo comissionado ou função gratificada paga pelo SIGRH.

Cabe informar que os dados estatísticos dos Polícias Civis, dos Policiais Militares e dos Bombeiros Militares do DF estão contemplados no Painel Estatístico de Pessoal do Governo Federal:

https://www.pep.planejamento.gov.br


4 – O que significa “Outros” no Painel Estatístico de Pessoal do Governo de Brasília?

O termo “Outros”, bem como os demais termos utilizados nesse painel estão definidos no Glossário (link) e podem ser consultados facilmente por ordem alfabética ou por meio da função “Localizar” do seu navegador.


5 – Por que o “Quantitativo de Pessoal” é menor do que o “Quantitativo de Pagamentos”?

O “Quantitativo de Pagamentos” excede o “Quantitativo de Pessoal” por apresentar ambos os pagamentos de funcionários que se encontram cedidos e requisitados dentro da estrutura de órgãos do GDF, bem como pagamentos de servidores já desligados, advindos de acertos rescisórios e programas de desligamento voluntário (P.D.V).


6 – Por que o gráfico de “Pagamentos” apresenta variação no mês de dezembro?

No mês de dezembro o governo tem um histórico de pagamento de diferenças de décimo terceiro salário, já que no Governo de Brasília o décimo terceiro é pago no mês de aniversário do servidor.  E também é no mês de dezembro que é pago todo o décimo terceiro salário dos servidores sem vínculo e dos empregados públicos do DF.


7 – Por que existem diferenças no pagamento de benefícios para as carreiras?

Algumas carreiras têm seus benefícios concedidos e/ou alterados por meio de Atos próprios, como por exemplo a carreira de Policiamento e Fiscalização de Trânsito que teve aumento do auxílio alimentação concedido na Resolução CPRH, 12/08/2011 DODF nº 158, de15/08/2011.

Toda a Legislação referente às carreiras públicas do DF podem ser acessadas no endereço: http://www.economia.df.gov.br/carreiras-do-df/


8 – Qual a porcentagem de servidores sem vínculo em relação a força de trabalho total do Governo de Brasília?

Os comissionados sem vínculo efetivo com Governo de Brasília atualmente representam em média 5% da força de trabalho total.


9 – Um servidor de carreira (efetivo) e um servidor sem vínculo que ocupam cargos comissionados iguais recebem o mesmo valor pelo cargo comissionado ocupado?

Não. Em regra, caso não seja optante, o servidor de carreira recebe 80% do valor do cargo comissionado.